EFEITOS DE UM PROGRAMA DE TREINAMENTO RESISTIDO NA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES EM USO DE CONTRACEPTIVOS ORAIS

Cicero Cleber Brito Pereira, Fabricia de Sousa Leite, Agamenon Dias de Oliveira Junior, Gabriela Gomes de Oliveira Bezerra, Marcos Araújo Antonio Bezerra

Resumo


O treinamento resistido transforma o sistema musculoesquelético além de trazer melhorias nos níveis de saúde, de força muscular e condicionamento físico. O contraceptivo consiste na combinação de estrogênio e progestagênio ou apenas progestagênio. Pode ser utilizado via oral, intramuscular, ou implantes no útero, assim sendo esses métodos serve para bloquear a ovulação e dificultar a fecundação. Desse modo o objetivo do presente trabalho consiste em identificar os efeitos que um programa de treinamento resistido tem na composição corporal de mulheres que fazem uso de anticoncepcionais por via oral. Esse trabalho trata-se de um estudo de campo, longitudinal, descritivo e de abordagem quantitativa, a amostra é do tipo não probabilística, refere-se a uma pesquisa intencional, e a técnica utilizada foi por conveniência, composta por 13 participantes do sexo feminino, com faixa etária entre 18 anos e 30 anos, matriculadas em uma academia no interior do Ceará. Para a análise dos dados do presente estudo, foi utilizada estatística descritiva (média e desvio padrão) bem como o Teste t para amostras pareadas a fim de compara os efeitos pré e pós intervenção, adotando-se o p 0,05. De acordo com os resultados obtidos mostra-se que o grupo de intervenção teve uma redução no peso corporal, tendo o p>0,05 não demonstrando diferença nesse aspecto, no percentual de gordura, massa magra e massa gorda apresentou p<0,05 expondo significância nas variáveis, onde ocorreu aumento da massa magra, diminuição no percentual de gordura e massa gorda.  Conclui-se que o programa de treinamento resistido foi vantajoso na mudança da composição corporal obtendo um resultado significativo, consequentemente em decorrência do exercício físico, assim esse tipo de treinamento é totalmente favorável para hipertrofia muscular mesmo as participantes fazendo a ingestão do anticoncepcional.


Texto completo:

Pereira et al.

Referências


ARAÚJO, P. F.; G, J. I.; CALEGARI, D. R.; CARMINATO, R. A.; COSTA E SILVA, A. A. A composição corporal em indivíduos com lesão medular praticantes de basquetebol em cadeira de rodas. Arquivo de Ciências da Saúde Unipar, Umuarama, v. 11, n. 1, p. 39-44, jan/abr. 2007.

CORNELIAN, B. R., MOREIRA J., OLIVEIRA. H. G. Intensidade do treinamento para ganho de massa magra: revisão de método. Revista UNINGÁ Review, [s.1.] Vol.18, n. 3, p. 37-43. 2014.

FARIAS, Mareni Rocha et al. Use of and access to oral and injectable contraceptives in Brazil. Revista de Saúde Pública, [s.l.], v. 50, n. 2, p.157-157, 2016. FapUNIFESP (SciELO).

GORLA, José Irineu et al. A composição corporal em indivíduos com lesão medular praticantes de basquetebol em cadeira de rodas. Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar, [s.l.], v. 11, n. 1, p.39-44, set. 2007.

GUEDES, D.P.; SOUZA JUNIOR, T. P.; ROCHA, A. C. Treinamento Personalizado em musculação. 1ª edição. São Paulo: Phorte Editora 2008. 454 p.

JACKSON AS, Pollock ML. Prediction accuracy of body density, lean body weight, and total body volume equations. Med Sci Sports. 1977;9(4):197-201.

JO, Edward et al. Resistance training during a 12-week proteinsupplemented VLCD treatmentenhancesweight-lossoutcomes in obesepatients. ClinicalNutrition, [s.l.], v. 38, n. 1, p.372-382, fev. 2019.

LOHMAN, T. G.; ROCHE, A. E.; MARTORELL, R. Anthropometric standardization reference manual. Illinois: HumanKinetcs Books, 1988.

MATA, C. S.; ESPING, C. C.; SANTOS, D. B. Efeitos de um treinamento de hipertrofia no ganho de força muscular e variação da composição corporal de mulheres participantes de musculação de academia. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo, v.5, n.27, p.234-241. Maio/Junho. 2011. ISSN 1981-9900.

MEDEIROS T. H.; DOMINGUES, M.R.; ROMBALDI A. J. Efeitos de contraceptivo

hormonal sobre o grau de força e composição corporal de jogadores de vôlei. Revista brasileira de Ciência e Movimento, [s.l.] v. 21, n. 3, p. 51-60. 2013.

QUARTIERO, R. A Pílula Anticoncepcional e o Ganho de Massa Muscular. Barriga de sonho. 13/jun/2017. Disponível em:. Acessado em: 12. Out. 2018

RIBEIRO, Cristiane Crisp Martins et al. Effects of different hormonal contraceptives in women's blood pressure values. Revista Brasileira de Enfermagem, [s.l.], v. 71, n. 3, p.1453-1459, 2018. Fap UNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0317.

ROSCHEL, H.; TRICOLI, V.; UGRINOWITSCH. Treinamento físico: considerações práticas e científicas. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, [s.l.] v. 25, n. 5, p. 53-65, dez. 2011.

ROSSATO, Mateus. et al. Efeito de um treinamento combinado de força e endurance sobre componentes corporais de mulheres na fase de perimenopausa. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto, Porto, v. 7, n. 2, p. 92-99, 2007.

SILVA, Raimunda Magalhães da et al. Planejamento familiar: significado para mulheres em idade reprodutiva. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 16, n. 5, p.2415-2424, maio 2011.

TAVARES JUNIOR, A. C.; PLANCHE, T. C. Motivos de adesão de mulheres a prática de exercícios físicos em academias. Revista Equilíbrio Corporal e Saúde. v. 8 n. 1, p. 28-32, jan. 2016.




DOI: https://doi.org/10.1000/riec.v3i1.120

DOI (Pereira et al.): https://doi.org/10.1000/riec.v3i1.120.g94

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Centro Universitário Vale do Salgado

Rua Monsenhor Frota, 690

Bairro Centro | CEP: 63430-000 | Brasil, Icó-Ceará

Telefone: +55 88 3561-2760

E-mail: riec@fvs.edu.br