CONHECIMENTO DE DISCENTES SOBRE METODOLOGIA ATIVA NA CONSTRUÇÃO DO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM INOVADOR

Mapoanney Nhalis Clares de Sousa, Cleciana Alves Cruz, Zélia Maria Sousa Araújo Santos, Adriano Lima Cândido

Resumo


Como método alternativo de ensino, as metodologias ativas vieram para inovar a forma de ensino aprendizado nas Instituições de Ensino Superior (IES), fazendo com que os acadêmicos possam ter contato com situações práticas que, futuramente, poderiam passar em seus respectivos trabalhos ou campos de estágio, visando o desenvolvimento da criticidade e resolver de problemas. Objetivou-se com esta pesquisa averiguar a influência das metodologias ativas no ensino aprendizagem. Realizou-se uma pesquisa descritiva, exploratória, com abordagem qualitativa. O público alvo da pesquisa foram 20 discentes do curso de Enfermagem de uma IES por meio de uma entrevista gravada. Os dados foram analisados por meio do Discurso do Sujeito Coletivo à luz da literatura pertinente. A pesquisa foi norteada a partir de normas e diretrizes que obedeceram a Resolução 466/12, e aprovada através do parecer de número 2.279.182. Observou-se que os discentes tinham pouco conhecimento em relação às metodologias ativas, porém, mesmo desconhecendo esses métodos a grande maioria prefere aulas mais interativas e que tenham enfoque na troca de conhecimentos entre alunos e professores, o que é algo que as metodologias ativas dispõe. Ainda, nota-se que para os alunos alguns métodos utilizados por discentes da instituição aparentemente não estão sendo qualificados e estão deixando a desejar. Esses discentes precisam ser apresentados formalmente as metodologias ativas assim como começar a praticá-las em sala de aula já que hipoteticamente metodologias ativas preenchem as necessidades impostas por esses discentes.


Texto completo:

PDF

Referências


BAMPI, Luciana Neves da Silva; BARALDI, Solange; GUILHEN, Dirce; POMPEU, Rafaela Bizzu; CAMPOS, Ana Carolina de Oliveira . Percepção sobre qualidade de vida de estudantes de graduação em enfermagem. Rev. Gaúcha Enferm., Porto Alegre, v. 34, n. 2, p. 125-132, Jun. 2013 .

BITENCOURT, Julia Valeria de Oliveira Vargas; TOLDO, Marizete Pigato; SCHUCK, Daiane; SCHMATZ, Leila; MARTINI, Jussara Gue; SILVA, Tatiana Gafuri da; SOUZA, Silvia Silva de; CELICH, Cacia Cedrez. Rev. Teor. Prát. Educ., v.7, n.1, p.05-13, abr-Jun. 2015.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9394, 20 de dezembro de 1996. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn2.pdf>. Acesso em: 22 de março de 2016.

BRASIL. PLENÁRIO DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Publicada no DOU nº 12 – quinta-feira, 13 de junho de 2013 – Seção 1 – Página 59.

CARACIO, Flávia Cristina Castilho; CONTERNO, Lucieni de Oliveira; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos; OLIVEIRA, Ana Claudia Heiras; MARIN, Maria José Sanches;BRACCIALLI, Luzmarina Aparecida Doretto. A experiência de uma instituição pública na formação do profissional de saúde para atuação em atenção primária. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 7, p. 2133-2142, Jul. 2014 .

CONTERNO, Solange de Fátima Reis; LOPES, Roseli Esquerdo. Inovações do século passado: origens dos referenciais pedagógicos na formação profissional em saúde.Trab. educ. saúde, Rio de Janeiro , v. 11, n. 3, p. 503-523, Dez. 2013 .

COSTA, Raphael Raniere de Oliveira; MEDEIROS, Soraya Maria; MARTINS, José Carlos Amado; MENEZES, Rejane Maria Paiva; ARAUJO, Marília Souto. O uso da simulação no contexto da educaçãoe formação em saúde e enfermagem: uma reflexão acadêmica. Revista espaço para a saúde, Londrina, v. 16, n. 1, p. 59-65, jan. mar. 2015.

MAIA, Marta de Campos. Entendendo a necessidade de renovação no processo de ensino e aprendizagem. RAE electron., São Paulo, v. 9, n. 1, Jun. 2010.

MILTRE, Sandra Minardi; BATISTA, Rodrigo Siqueira; MENDONÇA, José Márcio Girardí; METRELLES, Cynthia de Almeida Brandão; PORTO, Cláudia Pinto; MOREIRA, Tanta; HOFFMANN, Leandro Marcial Amaral. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na

formação profissional em saúde: debates atuais. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 13, supl. 2, p. 2133-2144, Dec. 2008 .

PRADO, Marta Lenise; VELHO, Manuela Beatriz; ESPINDOLA, Daniela Simone; SOBRINHO, Sandra Hilda; BACKES, Vânia Marli Schubert. Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 16, n. 1, p. 172-177, Mar. 2012 .

REZENDE; Rosimar Aquino; DEUS, Getúlio Antero; CASTRO, Marcelo Stehling; ALVES, Ricardo Henrique Fonseca. Aplicabilidade de Metodologias Ativas em Cursos de Graduação em Engenharia. XL Congresso De Educaçâo Em Engenharia, Goiânia, 40, 2013.

SENAC. Metodologias ati vasde aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica, B. Tec. Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n.2, p.48-67, maio/ago. 2013.

SOBRAL, Fernanda Ribeiro; CAMPOS, Claudinei José Gomes. Utilização de metodologia ativa no ensino e assistência de enfermagem na produção nacional: revisão integrativa. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo , v. 46, n. 1, p. 208-218, Fev. 2012 .

OJEDA, Beatriz Sebben; EIDT, Olga Rosaria; CANABARRO, Simone; CORBELLINI, Valéria Lamb; CREUTZBERG, Marion. Saberes e verdades acerca da enfermagem: discursos de alunos ingressantes. Rev. bras. enferm., Brasília, v. 61, n. 1, p. 78-84, Fev. 2008 .

OLIVEIRA, Luiz Roberto; CAVALCANTE, Lidia Eugenia; SILVA, Andréa Soares Rocha ; ROLIM, Raquel de Melo . Metodologias ativas de ensino-aprendizagem e suas convergências com as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Universidad Complutense de Madrid, Madrid, Nov. 2010.

PIVETTA, Hedioneia Maria Foletto; VOGT, Maria Saleti Lock; BADARO, Ana Fátima Viero. Metodologia do ensino superior: uma experiência na pós-graduação lato sensu em fisioterapia. Cad. Edu. Saúde. São Paulo, v.1, n. 2, 2014.

SILVA, Dafylla Kelly Oliveira; QUARESMA, Viviana do Socorro Maciel; PEREIRA, Jane de Almeida; CUNHA, Emmanuel Ribeiro. A arte de educar na área da saúde: experiências com metodologias ativas. Humanidades e Inovação, Palmas, v. 2, n. 1, jan-jul. 2015.

VASCONCELOS, Clara; PRAIA, João Félix; ALMEIDA, Leandro S.. Teorias de aprendizagem e o ensino/aprendizagem das ciências: da instrução à aprendizagem. Psicol. Esc. Educ. (Impr.), Campinas, v. 7, n. 1, p. 11-19, Jun. 2003.




DOI: https://doi.org/10.1000/riec.v1i1.7

DOI (PDF): https://doi.org/10.1000/riec.v1i1.7.g5

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Mapoanney Nhalis Clares de Sousa, Cleciana Alves Cruz, Zélia Maria Sousa Araújo Santos, Adriano Lima Cândido

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Centro Universitário Vale do Salgado

Rua Monsenhor Frota, 690

Bairro Centro | CEP: 63430-000 | Brasil, Icó-Ceará

Telefone: +55 88 3561-2760

E-mail: riec@fvs.edu.br