COMUNICAÇÃO COMO INSTRUMENTO NO CUIDAR HUMANIZADO EM ENFERMAGEM AO PACIENTE HOSPITALIZADO

Dayane Vanessa Santana Custódio, Rayanne Sousa Barbosa, Sabrina Alaide Amorim Alves, Karine Nascimento da Silva, Edilma Gomes Rocha Cavalcante

Resumo


Atualmente o processo de comunicação da equipe de enfermagem com o paciente ainda apresenta inúmeras lacunas a serem preenchidas. Tem como objetivo compreender como se dá o processo de comunicação no atendimento ao paciente hospitalizado pela equipe de enfermagem. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo com abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada no Hospital Regional Prefeito Walfrido Monteiro Sobrinho, localizado no Município Icó – CE.  Participaram da pesquisa a equipe de enfermagem de uma unidade hospitalar, abordando um número de 20 profissionais. A coleta de dados ocorreu mediante seguimento dos aspectos éticos da pesquisa, sendo realizada no período de fevereiro e março de 2018. Foram elaboradas e analisadas 05 categorias, onde após a realização da pesquisa e discussão dos dados, podem-se observar alguns aspectos relacionados à comunicação do profissional com o paciente no ambiente hospitalar, observando que os mesmos relatam ter conhecimento sobre o atendimento humanizado, no entanto desconhecem algumas condutas básicas que devem ser realizadas para a implementação da mesma na assistência a saúde. A assistência humanizada atualmente ainda se encontra cada vez mais difícil de ser praticada devido a diversos fatores, necessitando que sejam desenvolvidas estratégias de implementação da mesma na assistência, visto que é um instrumento que pode ser usado em beneficio da reabilitação da saúde do paciente e do modelo de referencia de atendimento de qualidade no sistema de saúde.


Texto completo:

Custódio et al.

Referências


BACKES M.T.S, BACKES D.S, ERDMANN A.L. Relationships and interactions in the Intensive Care Unit environment of care. Acta Paul Enferm, v. 25, n.5, p. 679-85, 2016.

BARDIN, L. Analise de conteúdo. 70. Ed. São Paulo: Almeidina Brasil. 2011.

BONA, D. Humanização e gestão hospitalar. 2016. 18 p. Curso de pós- graduação lato sensu em estão e organização em saúde publica. Santa Maria, RS.

CHERNICHARO, I.M; FREITAS, F.D.S; FERREIRA, M.S. Humanização no Cuidado de Enfermagem: Contribuição ao Debate Sobre a Política Nacional de Humanização. Rev Bras Enferm, Brasília, v. 4, nº 66, p.564-70, jul./ago 2013.

ELY, G.Z; TERRA, M.G; SILVA, A.A; FREITAS, F.F; LEITE, M.T; BRUM, B.N. Percepções do ser Humano Internado em Unidade Psiquiátrica Sobre o Viver com Doença Mental. Texto Contexto Enferm, Santa Maria – RS, v. 26, nº 3, 2017.

FARIAS FBB, VIDAL L.L, FARIAS R.A.R, JESUS A.C.P. Humanized care in the ICU: challenges from the viewpoint of health professionals. Rev Pesq Cuid Fundam, v. 5, n. 4, p. 635-42, 2016.

FÉLIX, T.A; FERREIRA, F.V; OLIVEIRA, E.N; ELOIA, S.C; GOMES, B.V; ELOIA, S.M.C. Prática da humanização na visita em unidade de terapia intensiva. Revista Enfermagem Contemporânea. Sobral – CE, v.3, n.2, p. 143-153, Dez 2014.

FREITAS F.D.S, SILVA R.N, ARAÚJO F.P, FERREIRA M.A. Environment in the National Humanization Policy. Esc Anna Nery Rev Enferm, v. 4, p. 654-60, 2013.

FULLER, J.K. Instrumentación quirúrgica: Teoria, técnicas y procedimientos. Querétaro México: Editorial Medica Panamericna. 2007.

GEFAELL, C.V. Comunicación Terapéutica en Enfermería. Madrid: Difusión Avances de Enfermería. 2007.

GOMES, F., AMENDOEIRA, J., E MARTINS, M. A comunicação no processo terapêutico das familias de doentes mentais. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, 7, 54-60. 2012.

LIMA, T.J.V; ARCIERI, R.M; GARBIN, C.A.S; MOIMAZ, S.A.S; SALIBA.O. Humanização na atenção básica de saúde na percepção de idosos. Saúde Soc. São Paulo, v.23, n.1, p.265-276, 2014.

MARCONI, M.A; LAKATOS, E.M. Fundamentos de metodologia cientifica.- 8. ed.- São Paulo: Atlas, 2017.

MENDONÇA, M.J.A; OLIVEIRA, M.L; ALVES, W.R; PEIXOTO, H.M; TREVISAN,J.A; TREVISAN,M. O papel dos profissionais atendentes da área de saúde: a necessidade de políticas de humanização. Revista Eletrônica Gestão & Saúde. Brasília – DF, v.4, n.2, p.1968-1987, 2013.

MOREIRA,M; GAIVA, M.A; Comunicação do enfermeiro com a mãe/família na consulta de enfermagem à criança. Ciência Cuidado e Saúde, Cuiabá – MT, v.15, n.4, p. 677-684, 2016 Out/Dez 2016.

NOGUEIRA, J.W.S; RODRIGUES, M.C.S. Comunicação efetiva no trabalho em equipe em saúde: desafio para a segurança do paciente. Cogitare Enferm. Brasilia – DF, v.20, n.3, p.636-640, Jul/set 2015.

OLIVEIRA, R.A; LEFEVRE, F. Comunicação na Revelação do Diagnóstico e Adesão ao Tratamento da Tuberculose: Representações Sociais de Profissionais e de Pacientes. Texto Contexto Enferm, São Paulo – SP, v.26, nº.2, 2017.

OLIVEIRA, A.M; SOARES, E. A Comunicação como Importante Ferramenta nas Orientações em uma Unidade de Hemodiálise: um estudo reflexivo. Sau. e Transf. Soc., Florianópolis, v.5, n.3, p.118-123, 2014.

PENIA, M.N.M; OSELAME, G.B. Humanização da Assistência Hospitalar: Revisão Integrativa. Rev Enferm UFPI. Curitiba, v.4, nº4, p. 94-99, Out./Dez 2015.

PHANEUF, M. Comunicação, entrevista, relação de ajuda e validação. Loures: Lusociência, 2005.

REIS C.C.A, SENA E.L.S, FERNANDES M.H. Humanization care in intensive care units: integrative review. Rev Pesq Cuid Fundam, v. 8, n. 2, p.4212-22, 2016.

WALDOW V.R, BORGES R.F. Caring and humanization: relationships and meanings. Acta Paul Enferm, v. 24, n.3, p. 414-8, 2016.

WILLIAMS, C., & DAVIS, C. Therapeutic Interacton in Nursing. London: Jones and Bartlett Publishers. 2005.

WOLD, G.H. Enfermagem Gerontológica (5ª ed.). São Paulo: Elsevier Editora Ltda. 2013.




DOI: https://doi.org/10.1000/riec.v3i1.86

DOI (Custódio et al.): https://doi.org/10.1000/riec.v3i1.86.g92

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Centro Universitário Vale do Salgado

Rua Monsenhor Frota, 690

Bairro Centro | CEP: 63430-000 | Brasil, Icó-Ceará

Telefone: +55 88 3561-2760

E-mail: riec@fvs.edu.br